Close

Festival & Conferência de Música em Sorocaba

Inscrições até 04 de junho.

Leia o regulamento e


INSCREVA-SE

2016 | Marrakesh, por Marceli Marques

2016 | Painel Música e Estado, por André Pinto

2016 | Apanhador Só, por André Pinto

2016 | DJ Tudo E Sua Gente De Todo Lugar, por Amanda Fogaça

2016 | As Bahias E A Cozinha Mineira, por Rennan Castro

2016 | Feira, por André Pinto

2016 | Maglore, por Fabrício Vianna

2016 | Painel Elxs, Elxs e Elxs: Gênero Na Música, por André Pinto

2016 | Palco Frei Baraúna, por Cobertura Colaborativa Febre

2016 | Sara Não Tem Nome, por Cobertura Colaborativa Febre

Três dias de programação

De 6 a 8 de outubro a cidade de Sorocaba recebe a 3ª edição do Febre: Festival & Conferência de Música. Dezenas de bandas, artistas e personalidades de todo o país vêm ao festival encontrar um público disposto a ouvir e falar de música.

Shows em vários palcos da cidade

O Febre propõe um formato de ocupação. Palcos pela cidade oferecem mais de 30 shows e prestigiam todas as vertentes da música autoral, colocando lado a lado artistas de renome nacional, expoentes da música feita na região de Sorocaba e também produções menos conhecidas do grande público vindas de todo país.

Com parte da curadoria feita através de um processo de inscrição e seleção de bandas, o Febre apresenta um panorama muito rico da música independente brasileira.

Conferência, workshops e feiras

A conferência traz produtores, jornalistas, pensadores e mentes inquietas em geral pra trocar ideias sobre música, cultura, política, tecnologia, mercado e temas afins. Os painéis têm um formato de debate, enquanto os workshops oferecem vivências práticas e as feiras fazem a mistura entre público e produtores. 

Tudo movido pela vontade de criar laços, fomentar a cadeia produtiva e ouvir música.

Correalização

Realização